What´s in a controversy? – Tommaso Venturini (parte 2)

Padrão

Tradução Livre

O que há em uma controvérsia?

Controvérsias são certamente, e, de longe, os fenômenos mais complexos a serem observados na vida coletiva. No documento oficial da Macospol, controvérsias são definidas como:

A palavra “controvérsia” se refere aqui a cada pedaço de ciência e tecnologia que ainda não foi estabelecido, fechado ou “em caixa preta”; isto não significa que há uma disputa feroz, nem que ela foi politizada; podemos usá-la como termo geral para descrever a incerteza partilhada.

Deixando de lado a referência à ciência e tecnologia (que será discutida depois), a definição de controvérsia é bastante simples: elas são situações nas quais os atores discordam (ou melhor, concordam em discordar). A noção de divergência deve ser tomada no sentido mais amplo: controvérsias começam quando atores descobrem que eles não podem ignorar um ao outro e termina quando atores conseguem elaborar um sólido compromisso de viverem juntos. Qualquer coisa entre esses dois extremos (o frio consenso do desconhecimento recíproco e consenso caloroso do acordo e aliança) pode ser chamado de controvérsia.

Considere, por exemplo, a controvérsia do aquecimento global. Tudo começou como uma disputa entre climatologistas especializados e em poucas décadas cresceu a ponto de envolver um grande número de disciplinas científicas, lobbies industriais, instituições internacionais, movimentos sociais, espécies naturais, redes biológicas, geofísica e fenômenos atmosféricos. Todos esses tipos de atores vêm sendo mobilizados e envolvidos na luta contra o aquecimento global. Há poucos anos atrás, ninguém pensaria que pudesse haver relação entre carros e geleiras. Mas hoje nós sabemos que eles podem ser o oposto no tabuleiro climático, assim como, ar condicionado e ursos polares, nível do mar e crescimento econômico, aviões e plantações. Uma questão aparentemente simples sobre a temperatura da Terra (ela está aumentando?) gera uma grande bola de neve: como a temperatura deve ser medida? Existem variações excepcionais? Quais são as causas do aquecimento? Ele está afetando o clima? Quais as consequências da mudança no clima? Devemos nos preocupar sobre o aumento da temperatura? Podemos fazer algo para diminuir ou reverter a tendência da temperatura? Deveríamos investir na atenuação dos efeitos do aquecimento global ou nos adaptar a eles?

Nem todas as disputas são dinâmicas como essas encontradas no aquecimento global e poucas atingiram a mesma ampla audiência. De qualquer forma, algumas características do debate sobre as mudanças climáticas são comuns a todas controvérsias.

1. Controvérsias envolvem todos os tipos de atoresnão somente seres humanos e grupos humanos, mas também elementos naturais e biológicos, produtos industriais e artísticos, institucionais e instituições econômicas, artefatos técnicos e científicos e assim por diante. Para ser exato, isso não significa dizer que todos os atores são iguais ou de que eles atuam da mesma forma. Migrações de borboletas e veículos movidos à hidrogênio habitam o mundo completamente e, ainda, na disputa sobre o aquecimento global podem terminar compartilhando a mesma frente de batalha. A controvérsia é o lugar onde a relação mais heterogênea será formada. Ativos econômicos da biodiversidade, cotas internacionais de CO2, painéis científicos intergovernamentais – o debate do aquecimento global desenvolve através da invenção incessante de novas quimeras. Cada controvérsia funciona como “fóruns híbridos”, um espaço de conflito e negociação entre atores que deveriam, de outra maneira, ignorar um ao outro. Afinal, onde mais poderia recifes de corais e fábricas de reciclagem se encontrarem se não em debates sobre o aquecimento global? Controvérsias são uma demonstração viva de que as fronteiras entre física e política, finanças e biologia, lei e engenharia, são tão insuperáveis quanto parecem ser.

2. Controvérsias exibem o social em sua forma mais dinâmica. Não somente novas e surpreendentes alianças emergem entre as mais diferentes entidades, como também entidades sociais que parecem ser indissolúveis de repente são quebradas em uma pluralidades de pedaços conflitantes. Enquanto borboletas e hidrogênio inesperadamente se encontram sob a mesma aliança, aparentemente estáveis e com entidades definidas, algo como “clima continental” ou “motor de combustão interna”, explode sob a pressão das oposições internas. Nas controvérsias, nenhum conjunto natural ou técnico pode ser tido como certo. Tome como exemplo aviões. Nos últimos 50 anos, todos se acostumaram a considerar motores a jato como um componente óbvio de aeronaves modernas. Nós poderíamos discutir sobre o modelo de negócio a baixo custo, rotas aéreas sustentáveis, a comparação da expansão de trens x avião, mas todos nós concordamos que os avião modernos possuem engenharia a jato. Hoje, sob a pressão da consciência ambiental sobre o carbono, mais e mais fábricas estão recuperando modelos antigos como uma alternativa eco-amigável. A controvérsia de aquecimento global desenvolveu todo o caminho para a caixa preta do design de aviões. Considere qualquer controvérsia e você terá um claro esclarecimento do significado do hífen na Teoria “Ator-Rede”. Dentro das controvérsias, qualquer ator pode ser dividido em uma rede de perdedores ou de qualquer rede, não importando quão heterogêneo, ele pode vir a funcionar como um ator.

3. Controvérsias são a redução-resistente. Disputas são, por definição, a situação onde simplificações antigas são rejeitadas e novas continuam sendo aceitas e impostas. Nas controvérsias, atores tendem a discordar em praticamente qualquer coisa, incluindo sua própria discordância. É por isso que problemas são tão difíceis de serem resolvidos, porque é impossível reduzi-los a uma única resumida questão. Pergunte uma simples questão tal como: “a temperatura está aumentando?” e atores irão, imediatamente, começar a discutir sobre o que significa o mundo (alguma área do mundo? a média mundial? superfície da atmosfera? urbana, rural ou área silvestre? quais instrumentos são utilizados? quais escalas de temperatura são consideradas?) e sobre o que significa o aumento de temperatura (a temperatura está aumentando ou oscilando? em quais escalas de tempo a temperatura deve ser avaliada? tendências passadas podem sugerir uma evolução presente e futuro?). A dificuldade da controvérsia não é a discordância da resposta do atores mas sim a ideia de que eles não podem sequer chegar a um acordo sobre as questões.

4. Controvérsias são debatidas. Controvérsias surgem quando coisas são levadas desde o início a serem questionadas e discutidas. É por isso que disputas são interessantes para as ciências sociais, uma vez que abrem as caixas-pretas. Antes das disputas sobre a poluição e o aquecimento global, poucas pessoas consideravam o desenvolvimento econômico como algo no qual valia a discussão. Pode haver diferenças sobre a forma de promover o crescimento econômico, mas todos mais ou menos concordam de que esse processo é desejável (pelo menos nos países ocidentais). Hoje temos centenas de definições sobre o que é o desenvolvimento e estamos perto de questionar se nós não deveríamos decrescer. O mais surpreendente é que o mesmo acontece com o que estamos acostumados a considerar como fenômenos naturais. Poucos anos atrás, ninguém pensaria que o nível do mar poderia vir a ser um objeto público de debate. Hoje sabemos que não podemos discutir sobre o crescimento econômico sem discutir sobre o crescimento dos níveis do oceano. Controvérsias são discussões (mesmo que nem sempre verbais) onde mais e mais objetos são discutidos por muitos e muitos atores. Quem, antes do aquecimento global,  já pensou que as comunidades unitárias ou os ursos polares poderiam influenciar nas posições sobre estratégias industriais? Hoje sabemos que eles influenciam e que devem ser ouvidos.

5. Controvérsias são conflitos. Apesar de algumas controvérsias nunca alcançarem a intensidade de lutas abertas, a construção de um universo compartilhado é frequentemente acompanhado de um embate de palavras conflitantes. É por isso, por exemplo, que a avaliação das mudanças climáticas não podem ser deixadas somente para os climatologistas. Economias nacionais e setores industriais podem aumentar ou cair dependendo de como a temperatura é medida; espécies biológicas podem proliferar ou extinguir ou a cultura indígena pode reviver ou desaparecer. Evidentemente, nem todas controvérsias dizem respeito a questões vitais. Ainda, não importando quão trivial um objeto parece ser, atores sempre levam discussões muito à sério, pois sabem que a ordem social e a hierarquia social estão em jogo. Controvérsias decidem e são decididas pela distribuição de poder. Atores não nascem iguais em controvérsias e raramente têm igualdade de oportunidades: focas árticas e líderes políticos eram ambos preocupados com a “Bali Conferência” sobre o clima, mas o segundo provavelmente um pouco mais influente. Controvérsias são lutas para conservar ou reverter as desigualdades sociais. Elas podem ser negociadas através do processo democrático, mas muitas vezes envolvem força e violência.

Em poucas palavras, quando olhamos para as controvérsias, procuramos onde vidas coletivas se tornam mais complexas: onde está a maior e as mais diversas variedades de atores envolvidas, onde as alianças e oposições se transformam em algo imprudente, onde nada é mais simples do que parece, onde tudo são gritos e brigas, onde cresce o árduo conflito. Lá, você vai encontrar o objeto da cartografia das controvérsias.

Leitores devem agora entender completamente o porque dissemos que “somente” e “controvérsia” tornam a observação incrivelmente difícil. Cartógrafos sociais são convidados a enfrentar o maior complexidade (cartografia) sem a menor simplificação (apenas). “Somente observar a cartografia” é como passear num labirinto com uma linha de tópicos a seguir.

Download Artigo Diving in Magma

TommasoVenturini_largeTommaso Venturini é professor e coordenador das atividades de pesquisa do Sciences.Po Medialab. Leciona disciplinas como Mapeamento de controvérsias, Métodos Digitais e Jornalismo de Dados. http://www.medialab.sciences-po.fr

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s